animais em condomínio

Suzana Machado

Pata a Pata: Dicas Infalíveis para uma Convivência Feliz com Animais em Condomínio

Ter um animal de estimação é uma fonte de alegria e companhia para muitas pessoas, mas também exige responsabilidade e cuidado.

Anúncios

Quando se mora em um condomínio, é preciso respeitar as regras e os direitos dos vizinhos, para garantir uma boa convivência com os animais em condomínio. Veja algumas dicas de como fazer isso:

Regulamento Interno para animais em condomínio

Conheça o regulamento interno do condomínio e siga as normas sobre a circulação, o transporte e a permanência dos animais nas áreas comuns. Em geral, é necessário usar coleira e guia, levar o animal no colo ou em caixas de transporte nos elevadores e evitar barulhos excessivos.

animais em condomínio

Cuidado com a saúde de seu pet

Mantenha a vacinação e a vermifugação do seu animal em dia, para evitar doenças e parasitas que podem afetar a saúde dele e dos outros moradores. Também é importante fazer consultas regulares ao veterinário e manter o controle de pulgas e carrapatos.

animais em condomínio

Higiene e cuidados

Cuide da higiene do seu animal e do ambiente onde ele vive. Recolha as fezes dele nas áreas comuns e descarte-as em lixeiras adequadas. Lave e desinfete os locais onde ele faz suas necessidades dentro do apartamento. Escove o pelo dele com frequência e corte as unhas se necessário, para evitar que ele arranhe móveis e portas.

Anúncios

Adestramento para animais em condomínio

Eduque o seu animal para que ele não seja agressivo ou desobediente. Ensine-o a obedecer aos seus comandos, a não latir ou miar sem motivo, a não morder ou arranhar as pessoas e a não destruir objetos. Se possível, leve-o para passear todos os dias, para que ele gaste energia e se socialize com outros pets.

animais em condomínio

Respeito igualitário

Respeite os limites do seu animal e dos outros. Não force o contato dele com pessoas ou animais que ele não conhece ou não gosta. Não deixe que ele invada o espaço alheio ou cause transtornos aos vizinhos. Seja gentil e educado com os outros moradores e peça desculpas se o seu filhote causar algum problema. Manter a identificação atualizada nos animais, seja por meio de coleiras com plaquinhas ou microchips, garante que todos conheçam os pets e seus responsáveis

Anúncios

Seguindo essas dicas, você pode ter uma boa convivência com o seu animal de estimação em um condomínio, sem prejudicar o bem-estar dele ou dos outros. Lembre-se de que ter um animal é um ato de amor, mas também de respeito.